terça-feira, 24 de março de 2009

Antes Tarde do que Nunca


Queridos leitores alcoólatras e leitoras boazudas que acessam esse magnífico Blog, quero deixar claro que possuo o péssimo hábito de me maltratar.

Uma combinação de excessos (de trabalho, de bebida, de estudos, de downloads noturnos e de mais Bebidas...) me deixou com o tempo extremamente escasso para dar atenção a vocês durante esses dias. Mas estou aqui mais uma vez, para que todos possam degustar de um ótimo texto.

Aconteceram poucas coisas interessantes nesses dias, mas um assunto que me chamou a atenção foi: Clodovil Morreu!

No Brasil, não existe nada melhor do que a morte para lavar o caráter de uma pessoa. Bastou Clô morrer para a grande maioria começar a polir e exaltar a imagem da “vossa excelência”.

Em blogs e telejornais, estavam todos relembrando a sua “autenticidade”, já que ele falava o que queria, o seu estilo “extravagante e polêmico” e a sua “coragem de assumir a homossexualidade”.

Vamos colocar os pingos nos is, meus queridos acéfalos. “Autenticidade” não pode virar eufemismo para “grosseria e estupidez”. O Marcola do PCC sempre falou o que quis, na maior franqueza. E aí, vão elogiar o cara, também? Educação e semancol são virtudes usadas para garantir a sustentação mínima da civilização. São coisas que ajudam a nos diferenciar dos macacos. Eles são parecidos conosco, mas jogam merda uns nos outros, coisa que a gente (ainda) não faz.


Extravagância e polêmica? São os principais artifícios de celebridades decadentes e falidas. Basta ver Michael Jackson, Preta Gil e Britney Spears. Não dá para elogiar pessoas que perdem a compostura apenas porque não têm um jeito mais honesto de aparecer na mídia.

Coragem de assumir a homossexualidade? No Brasil é pinto. Roberta Close já foi símbolo sexual por aqui. Queria ver Clodovil assumir no Irã. Isso sim seria digno de nota. Talvez póstuma, mas digno de nota.

Daqui a pouco vão descobrir projetos “incríveis” que ele teria apresentado no congresso. Talvez canonizem o cara, tornando-o padroeiro dos “autênticos, polêmicos e extravagantes”. Não duvido. Ok, o coitado morreu. Mas fingir que ele não foi um filho de uma grande puta é demais.

O Brasil é incrível, meus leitores. Quero ver o que vão fazer quando o Maluf morrer...

Walter Carrilho é Foda.

8 comentários:

Filipe Lacerda disse...

Pois eh. Concordo plenamente. Não vejo virtudes nessa pessoa, a qual vivia na mídia se defendendo das merdas que fazia o tempo todo. E só se defendia contra-atacando.

De qualquer modo, caro amigo Platão, seja enrabado e possuído pelo espírito do CLO todas as noites após esse texto.

Abraço.

Filipe Lacerda disse...

Pois eh. Concordo plenamente. Não vejo virtudes nessa pessoa, a qual vivia na mídia se defendendo das merdas que fazia o tempo todo. E só se defendia contra-atacando.

De qualquer modo, caro amigo Platão, seja enrabado e possuído pelo espírito do CLO todas as noites após esse texto.

Abraço.

Anônimo disse...

Adoreei o teeu bloog, é veerdade, todo mundo depois que morre e saanto! Tbeem paago praa veer quando o maluff mooreer! Adorei a autenticidade e o humor inteligente.. continue assim! bJUS

Jhennifer Cavassola disse...

Aiii fala sério, pelo menos um blog pra falar a verdade, que coisa.

Olhaa, eu gostava do Clodovil, mas ai me deparei com ele no aero de congonhas e não gostei nada, nada do jeito dele. Fala serio, sem humildade nenhuma, um monte de gente besta querendo falar com ele, bajulando e ele nem se quer dava um oi. Dai no fim do ano, novamente me deparo com ele no aero em brasilia, dessa vez ele tava andando tão rapido que não dava tempo de falar com ninguem. Até que encontrou um conhecido e ficou conversando, acho até que a pessoa estava com ele. Acho que humildade é tudo no mundo da fama, principalmente que depende do publico pra crescer. Que era um cara polemico, extravagante, isso sem sombra de duvida.

Mas é assim, basta morrer pra todos colocarem lá em cima!

De vez em qdo venho aqui!! disse...

vc me desculpe, mas no congresso ele fez projetos sérios, e q nao foram aprovados pela maioria pq iria tirar as vantagens de muitos caciques ali,
ele nunca gostou de ser homo, e comparar Clodovil com Maluf, é horrivel, clodovil tinha caráter e era honesto sim, pq assumia, ser o qe era,filhos da puta sao os politicos q se fazem de machos e se acabam em barganhas, ele nunca se vendeu,e nunca roubou,ja o Maluf...

mas vc descreveu bem a hipocrisia de muita gt, q eqto ele era vivo,o criticava, agora o elogiam pela sua sinceridde, mas , com certeza,ele era honesto e mais homem q muito macho.
ótima semana

abço

lane

Jáááárdel disse...

Acho que vc votou no Clô...

hehehe

Ele deve tá abraçado com o Sô capeta agora morrendo de rir dos outros elogiando a sua trajetória...

hehehe

Cassiano disse...

Muito bem comentado.
À propósito, hoje fiquei sabendo que o congresso aprovou por unanimidade um projeto do Sr. Clô, que permite aos enteados, adotar o sobre nome dos padrastos ou madrastas... Legal não é mesmo?
Abraço,
Cassiano

Mãe do Platão disse...

Você sabe o que o Clô disse quando chegou lá em cima???
- Lugarzinho cafona esse!!!

Brincadeirinha...

Mas sabe que o maior problema lá no Congresso é que ninguém quer "assumir" no lugar dele...

Hehehe